Junho Vermelho: vamos falar sobre doação de sangue?

Em estratégia de expansão Imunizando inaugura nova unidade - Imunizando
Em estratégia de expansão Imunizando inaugura nova unidade
20 de maio de 2020

Junho Vermelho: vamos falar sobre doação de sangue?

Junho Vermelho: vamos falar sobre doação de sangue? - Imunizando
Em tempos de coronavírus, hemocentros fazem apelo para que contribuições sigam

Chegamos ao mês de junho e este é responsável por acolher um importante movimento de conscientização sobre saúde. Conhecido como “Junho Vermelho”, a campanha originada em 2015, através da ação “Eu dou sangue pelo Brasil”, busca parabenizar e sensibilizar mais pessoas para importância da doação de sangue.

E para te ajudar a entender mais sobre o tema, te convidamos a ler esse texto até o final.

 

Por que doar?

Muito mais do que somente contribuir para a saúde de outra pessoa, a doação de sangue é principalmente um ato de solidariedade.

Por meio de um ato “simples” e que não oferece riscos à saúde, uma pessoa saudável contribui para que outra possa continuar vivendo.

E embora o mês que represente este movimento seja o de junho, é importante reforçar que esta ação pode ser realizada a qualquer momento do ano — respeitando os intervalos mínimos indicados pelo Ministério da Saúde:

  • Homens: de 2 em 2 meses, sendo, no máximo, 4 vezes ao ano;
  • Mulheres: 3 em 3 meses, sendo, no máximo, 3 doações anuais.**

**Dados extraídos do site do Ministério da Saúde.

 

Quem pode doar?

Embora muitos tenham o desejo de realizar a doação de sangue, nem todos podem fazê-la. Alguns dos requisitos para poder efetuá-la são:

  • Ter entre 16 e 69 anos (para menores de idade é necessário autorização formal);
  • Possuir no mínimo 50kg;
  • Estar em ótima condição de saúde;
  • Ter descansado no mínimo 6 horas no dia anterior à doação;
  • Estar alimentado, evitando somente o consumo de alimentos gordurosos.

 

Quem não pode doar?

Sobre esta pergunta, os impedimentos vão desde empecilhos temporários, ou seja, depois de um determinado período o indivíduo poderá realizar a doação, até definitivos, que são aqueles em que se oferece riscos à saúde de quem irá receber a doação e por isso não são permitidos. Estamos falando, por exemplo, de portadores do vírus HIV, pessoas que fazem uso de drogas injetáveis, entre outros.

Assim sendo, a Fundação Pró-Sangue disponibiliza em seu site uma página exclusiva, explicando em detalhes quais são os grupos que não podem realizar doações e suas classificações, entre temporárias e definitivas.

 

Onde doar?

O Brasil conta com diversos centros de coletas espalhados por suas regiões.

Em São Paulo, as unidades são representadas pela fundação Pró-Sangue, que abriga 6 espaços na região metropolitana e os demais localizados em outras zonas do estado.

Para conferir a lista completa de endereços basta acessar o link. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4573-7800.

 

Doação de sangue e coronavírus

Devido a atual pandemia de coronavírus, o número de doadores de sangue reduziu consideravelmente. Por isso, os hemocentro fazem um apelo para que as pessoas, tomando todos os cuidados necessários, mantenham as doações.

Vale lembrar que os centros de coleta adotam todas as medidas sanitárias, assegurando assim tanto quem faz a contribuição, quanto quem irá receber o sangue.

 

Contato

Precisa de auxílio e/ou orientação? Procure por nossas enfermeiras em uma de nossas unidades.

Unidade Zona Leste

Rua Passos Ourique, 148 – Tatuapé.

Telefones: (11) 2091-6228 | 2091-4928 | 2579-2334 | 2579-2304 | (11) 99837-4074.

 

Unidade Zona Norte

Rua José de Albuquerque Medeiros, 141 – Santana.

Telefones: (11) 2991-6120 | (11) 95323-6120.

 

Não se esqueça de seguir as nossas redes sociais e conferir as principais dicas de saúde:

 

Conteúdo: Equipe de comunicação.  Foto: Divulgação.

Confira outras notícias como esta acessando o link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

× Como podemos te ajudar?